terça-feira, 23 de janeiro de 2018

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Um fotógrafo diferente chamado Debret


Comemora-se hoje, 8 de janeiro, o Dia do Fotógrafo e da Fotografia. Nos dias atuais, basta pegar uma câmera fotográfica - ou até mesmo o telefone celular - e registrar o momento que desejamos. Mas, e antigamente, como as cenas eram registradas? 

No livro Um fotógrafo diferente chamado Debret, de Mercia Maria Leitão e Neide Duarte, lançado pela Editora do Brasil, o leitor conhecerá um pouco sobre a vida e a obra de Jean-Baptiste Debret, um pintor francês que chegou aqui no Brasil em 1816 e registrou a nossa sociedade naquela época. Um verdadeiro repórter do seu tempo, traduzindo em imagens a história do povo que por aqui viveu: nossos antepassados indígenas, portugueses, africanos e um incontável número de imigrantes que fez desta terra o Brasil que conhecemos.



terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Fotógrafo Fred Galvão lança livro sobre sua caminhada para Compostela


O fotógrafo natalense Fred Galvão lança, na próxima quinta-feira, dia 21, o livro Santiago de Compostela, com o selo da Editora 8, no qual relata sua peregrinação pelos Caminhos de Compostela, itinerário espiritual e cultural de primeira ordem, que é percorrido milhares de pessoas todos os anos.

A sessão de autógrafos será a partir das 18h, no Temis Clube Balcão Bar, na Avenida Rodrigues Alves, 1950 (Sede do Clube do América FC), no bairro Tirol, no Rio Grande do Norte.


Frederico Luiz Alves Galvão é natural de Natal/RN. É fotógrafo profissional há mais de 30 anos, atuando em vários segmentos da fotografia. Estudou na antiga Escola Industrial, Cefet, Colégio Sete de Setembro e Escola Municipal XXIII, onde concluiu o curso de Contabilidade, para, depois, casualmente, entrar no mercado fotográfico.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Mestre Carlão Barreto autografa sua obra "MMA, além de uma paixão"


Os bastidores do MMA, o esporte que mais cresce no mundo, os tempos iniciais, a profissionalização e o desenvolvimento dos atletas para a múltipla arte marcial são mostrados no livro MMA, além de uma paixão, do mestre Carlão Barreto. A obra, com o selo da BB Editora, conta com a participação dos jornalistas Lauro Freitas Filho, que fez a consultoria de texto e colaborou na pesquisa, e Pedro Motta, que colaborou na parte de pesquisas e entrevistas. O lançamento, no último dia 15, aconteceu na Livraria da Travessa, em Ipanema, e reuniu familiares, amigos e fãs de mestre Carlão, precursor e um dos primeiros campeões da modalidade de artes marciais mistas.

Lauro Freitas e Mestre Carlão Barreto

Paulo Thiago, ex-lutador do UFC, e a nutricionista esportiva Jackeline

Marcella Freitas

A jornalista e fotógrafa Maria Gabriela prestigiou o evento

Quitera Freitas, Karla Karlost Karlota e Maria Antonieta Torres

Jornalista Patricia Guimarães
 

Fotos: Divulgação

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Abilio Diniz detalha em livro os anos que considera os mais felizes de sua vida


Em seu segundo best-seller, Novos caminhos, novas escolhas (Cia das letras), Abilio Diniz compartilha momentos de celebração, aprendizados, saúde mental e espiritual e o papel da família em sua vida. Com mais de 70 mil cópias vendidas, o livro traça a trajetória que Abilio percorreu para equilibrar seus papeis de empresário, pai, marido, avô, bisavô e como ele ainda encontra tempo para cuidar da sua saúde e de sua espiritualidade, o que permite ao leitor conhecer mais uma faceta de um dos maiores empresários brasileiros.

Grande influência no mundo corporativo, Abilio Diniz é reconhecido em todo o Brasil como um homem de negócios. Mas o que as pessoas não sabem é como ele é em sua vida pessoal. Seus anos de atuação e experiência empresarial foram moldados ao longo de uma jornada multifacetada. O empresário construiu a maior rede varejista do país, o Grupo Pão de Açúcar, enquanto enfrentava crises e desafios pessoais e profissionais. No livro, ele conta suas lutas recentes e os caminhos que percorreu nos últimos anos.

Abilio tem seis filhos e diz que a grande transformação da sua vida se deu a partir do casamento com Geyze, em 2004, e o nascimento de seus filhos pequenos Rafaela, em 2006, e Miguel, em 2009. Além disso, tem uma agenda intensa de viagens, encontros de negócios, palestras e aulas na FGV.

Abílio Diniz
Mais do que nunca, Abilio Diniz se define como um homem de crença religiosa inabalável. Católico praticante, ele compartilha com o leitor suas orações para um bom e próspero ano. “Numa situação sem grandes expectativas, a fé direcionada para Deus — independentemente do nome pelo qual você o chame — é a única força capaz de alterar a ordem das coisas e de mover uma pessoa rumo a novas empreitadas. Essa capacidade interior de crer pode motivar você a desejar coisas melhores para si mesmo e para as pessoas que ama”, diz.

Abilio está sempre inovando e se aperfeiçoando. Neste ano, chegou ao marco de 1 milhão de fãs em sua página no Facebook. ‘’Novos caminhos, novas escolhas’’ inspira e leva os leitores a refletirem sobre suas vidas e superações. Um verdadeiro guia que ajuda o leitor a equilibrar todos os papéis de sua vida com disciplina e organização. Uma excelente opção para presente de Natal.

Serviço:
Livro: Novos caminhos, novas escolhas
Autor: Abilio Diniz
Editora: Cia das Letras
Preço: R$ 23,90
Sugestão de loja: https://www.saraiva.com.br/

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Apresentações de poesia e música em noite de autógrafos do “Livro das Centelhas”, na Areninha Carioca Hermeto Pascoal, hoje, em Bangu


Um novo livro. Novas histórias em forma de poesia é o Livro das Centelhas, de Darlan de Andrade, primeiro escritor oriundo de uma favela a lançar livros na Sede da ONU, em Nova Iorque. Nesta quarta-feira (13/12), a partir das 19h, o autor faz noite de autógrafos musical na Areninha Carioca Hermeto Pascoal, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Haverá apresentações de música com o cantor Luciano Alves e convidados, além de recitação de poesias do livro.

A obra, dedicada ao compositor Chico Buarque e à cantora Maria Bethânia, reúne 64 poesias que falam de amor, morte, esperança, decepções. Experiências do autor em seus 48 anos de idade. A dedicatória aos artistas vem da descoberta da poesia aos sete anos, quando ouviu pela primeira vez  a canção "Olhos nos Olhos", que mesmo sem saber exatamente o que representava aquela composição, cada palavra soou como incentivo para escrever poesia.

O sexto livro tem prefácio do jornalista Clóvis Corrêa, que o acompanha em boa parte de seu trabalho. Com ele Darlan de Andrade escreveu o musical Xangô da Mangueira – o Rei do Partido-alto, projeto já aprovado pela Lei Rouanet, que está em fase de captação de recursos, tendo à frente de grande elenco Seu Jorge e Cris Vianna e direção de Antônio Pedro. 

Darlan e sua 'árvore de livros', com a obra Mar de Nós
Mas Darlan já teve obras prefaciadas por ilustres acadêmicos da Academia Brasileira de Letras. O falecido professor Antônio Olinto foi o primeiro a acreditar em suas poesias dando nome "Árdega" (2009) ao livro de partida para o segundo, "Mar de Nós", seguindo com "Pé de Poesia" e "Musa". Um quinto livro - "Obra da Palavra" - está prefaciado por Arnaldo Niskier, pronto e traduzido em inglês pelo tradutor, poeta e dramaturgo americano Alex Ladd, para ser lançado nos Estados Unidos, onde o poeta fez percurso por Nova Iorque lançando seus livros, que seguiram também para Portugal.

O lançamento em Bangu, no bairro que é considerado "o quintal de Hermeto Pascoal", não poderia ser diferente: regado à música, poesia e boemia, como o autor gosta. O barman Negô vai oferecer caipirinha de diversos sabores para o público que comparecer na Areninha. Ao lado do atendente estará um grande e bonito arco, em formato de coração estilizado de flores, para que o público possa encaixar o rosto e fazer lindas fotos de recordação do momento. Tudo a ver com a noite poética.

SERVIÇO:
Noite de autógrafos do Livro das Centelhas, de Darlan de Andrade
Data: Dia 13 de dezembro, quarta-feira
Horário: 19h
Local: Areninha Carioca Hermeto Pascoal
Endereço: Praça Primeiro de Maio, s/nº - Bangu - RJ
Telefone: 3463-4945
Faixa etária: Livre
ENTRADA FRANCA
Estacionamento no local

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mestre Carlão Barreto mostra, em livro, seu amor pelo MMA.


Lançamento no Rio de Janeiro acontece na próxima sexta-feira, dia 15, em Ipanema

MMA, além de uma paixão é o título do livro do mestre Carlão Barreto, precursor e um dos primeiros campeões da modalidade de artes marciais mistas – o antigo Vale Tudo, que hoje é o esporte que mais cresce em popularidade no mundo – do qual se tornou ícone.

A obra, com o selo da BB Editora, será lançada no Rio de Janeiro em noite de autógrafos na próxima sexta-feira (15/12), a partir das 19 horas na Livraria da Travessa (Rua Visconde de Pirajá, 572), em Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Além de mestre Carlão, estarão presentes os jornalistas Lauro Freitas Filho, que fez a consultoria de texto e colaborou na pesquisa, e Pedro Motta, que colaborou na parte de pesquisas e entrevistas.

Os bastidores do MMA, o esporte que mais cresce no mundo, os tempos iniciais, a profissionalização e o desenvolvimento dos atletas para a múltipla arte marcial são mostrados no livro por Carlão, que também retrata sua vida ligada ao esporte. “Consegui realizar meu sonho, que era o de transformar em livro a memória da minha vida. Isso não tem preço”, disse ele, que atualmente é professor de lutas e comentarista dos canais Combate/Sportv.

Carlão Barreto, Lauro Freitas Filho e Pedro Motta

sábado, 9 de dezembro de 2017

Elvira Lobato lança obra sobre emissoras de TV da Amazônia Legal: “Antenas da Floresta”


A jornalista Elvira Lobato acaba de lançar seu livro Antenas da floresta: as aventuras das TVs da Amazônia, com o selo da Editora Objetiva, em movimentada sessão de autógrafos na Livraria da Travessa, em Botafogo, no Rio de Janeiro, na noite do último dia 4. Antenas da floresta é uma história sobre repórteres, cinegrafistas e apresentadores que todos os dias fornecem a seu público notícias da Amazônia Legal.

Lobato foi ao interior dos estados do Maranhão, Mato Grosso, Tocantins e Pará, em 2015 e 2016, registrar o fenômeno das centenas de miniemissoras de TV da região, diferentes de retransmissoras do resto do país por terem permissão para produzir conteúdo próprio. “O livro tem muitas histórias de reportagens, de como os jornalistas trabalham no lugar. Eu tinha um banco de dados sobre os proprietários das TVs, mas meu objetivo era saber quem era quem ali”, conta a jornalista.

“O que constatei foi um uso explícito das TVs pelos políticos, principalmente em estados como o Maranhão. Todos os caciques têm televisão, e os jornalistas se aliam aos interesses dos patrões; isso é normal para eles. É um Brasil completamente diferente”, lembra ela.

Elvira Lobato exibe sua obra "Antenas da Floresta"
Segundo Elvira, os repórteres da região, fazem o “jornalismo possível”, aquele que podem exercer para não sofrerem represálias devido à pressão política local. Ao mesmo tempo, encontrou muitos profissionais com vontade de se qualificar e melhorar a cobertura. “O livro fala de jornalistas, mas não é só para jornalistas. Na história, eu convido o leitor a ir comigo, conhecer os jornalistas que conheci, ver como é seu trabalho. Se eu puder contribuir para que se desperte a atenção sobre esses profissionais, vou ficar muito feliz”, diz.

Abaixo, alguns momentos da sessão de autógrafos captados principalmente por Ana Lúcia Araújo e amigos de Elvira Lobato, que as publicou em sua página no Facebook: